Bétis ignora lesão e diz que Lima é do Flamengo

A novela envolvendo a contratação do zagueiro Lima pelo Flamengo parece ainda estar longe do fim. Nesta quinta-feira, o executivo-chefe do Real Bétis, Manuel Ruiz de Lopera, afirmou que a transação foi concluída e que é o Flamengo quem deve assumir as despesas do atleta.

AE, Agencia Estado

17 de setembro de 2009 | 15h29

"O jogador pertence ao Flamengo até o dia 30 de junho do ano que vem", explicou Lopera em entrevista para a rádio oficial do Bétis. "Ele nos disse que queria ira para o Flamengo porque aqui não tinha espaço. Queria sair, dizendo que iria ganhar mais dinheiro do que no Bétis. Todas as partes entraram em acordo e há dez dias nos chamam dizendo que não havia passado nos exames médicos. Mas a Fifa não diz que isso é uma condicionante para se firmar um contrato", completou.

O Flamengo havia anunciado a contratação, por empréstimo, do zagueiro no dia 13 de agosto, logo após empate por 0 a 0 com o Fluminense. No entanto, Lima não foi aprovado nos exames médicos por conta de um problema no tornozelo direito, e o clube carioca desistiu da negociação uma semana depois.

Sem o acordo entre Flamengo e Bétis, Lima ficou sem clube e já está sem receber salário desde julho. Enquanto a diretoria flamenguista nega a transferência, o Bétis garante que a responsabilidade pelos custos do jogador é do clube carioca, incluindo a cirurgia necessária para tratar da lesão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.