Betis leva 4 a 3 do Almería em casa na Copa do Rei

Betis leva 4 a 3 do Almería em casa na Copa do Rei

Time, que já disputa segunda divisão do Campeonato Espanhol, vê complicar situação no torneio nacional após derrota

Estadão Conteúdo

05 de dezembro de 2014 | 20h56

Tradicional clube espanhol, o Betis está mesmo longe de seus melhores dias. Rebaixada para a segunda divisão na última temporada, a equipe foi derrotada nesta sexta-feira e se complicou na Copa do Rei. No jogo de ida da quarta fase do torneio, o time de Sevilha recebeu o Almería, era amplamente dominado e perdia por 4 a 0, mas conseguiu reagir e minimizou o prejuízo, buscando o 4 a 3.

O Almería garantirá vaga nas oitavas de final se perder por um gol de diferença - desde que o placar seja menor que 4 a 3 - na volta, dia 16. E a vitória desta sexta começou a ser desenhada logo nos primeiros minutos, com os gols de Mane, aos três, e Dangda, aos cinco. Com o Betis todo no ataque, os visitantes aproveitaram para marcar o terceiro aos 29, com Quique.

A receita deu certo mais uma vez na etapa final, quando Mendez, aos 15, fez o quarto. Somente nos últimos minutos, o Betis conseguiu reagir e marcou com Ruben Castro, aos 34, e com Perquis, aos 39. Os gols deram ânimo aos donos da casa, que, empurrados pela torcida, ainda fizeram o terceiro aos 44, com Molina.

Quem ficou muito próximo de se garantir nas oitavas de final da Copa do Rei foi o Getafe. Nesta sexta-feira, a equipe recebeu o Eibar e venceu por 3 a 0, com dois gols de Pablo Sarabia e um de Álvaro Vázquez. Na volta, no próximo dia 17, poderá perder por até dois gols de diferença que estará classificada.

O único confronto que seguiu em aberto após a partida desta sexta-feira foi o que envolveu Albacete e Levante, que ficaram no empate por 1 a 1. Melhor para o Levante, que conseguiu marcar fora de casa e se classificará na volta, dia 17, em seus domínios, até com um empate por 0 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.