Reprodução / Instagram / Bia Zaneratto
Reprodução / Instagram / Bia Zaneratto

Bia Zaneratto anuncia saída de time da Coreia do Sul após sete anos

Atacante da seleção brasileira atuava pelo Incheon Hyundai Steel Red Angels desde 2013

Redação, Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2020 | 18h08

A atacante Bia Zaneratto vai buscar novos ares para a sua carreira no futebol feminino em 2020. Nesta quinta-feira, a jogadora da seleção brasileira anunciou a sua saída do Incheon Hyundai Steel Red Angels, time da Coreia do Sul pelo qual vinha atuando desde 2013.

"Encerro esse ciclo com muita gratidão por todos os anos de aprendizado, crescimento e evolução como atleta mas principalmente como ser humano. Se arriscar na busca de viver um sonho e realizar sonhos não só seus mas da família também, é um desafio muito grande e você precisa abrir mão de muitas coisas. Exige coragem, disciplina, superação e muita dedicação", escreveu Bia em seu perfil no Twitter.

Hoje com 26 anos, Bia se firmou como peça importante da seleção brasileira desde a sua transferência para a Coreia do Sul. Ela foi convocada para as últimas três edições do Mundial e também tem sido bastante usada por Pia Sundhage, tanto que já marcou cinco gols sob o comando da treinadora, em amistosos disputados no segundo semestre de 2019.

Bia não é a única brasileira do elenco a deixar o Incheon Hyundai Steel Red Angels. A meia-atacante Thaisinha é a outra jogadora do País que está de saída do clube que domina o futebol da Coreia do Sul nas últimas temporadas. A atleta disputou o Mundial de 2011 pela seleção.

"Thaisinha, o que falar de você? Minha família nesses anos, choramos e sorrimos juntas, brigamos, vibramos, vivemos intensamente e conquistamos. Mas acima de tudo, crescemos como pessoa, fortalecemos nossa amizade. Seguiremos caminhos diferentes agora, mas a nossa amizade é para a vida toda. Te amo. Agradeço a Deus por me permitir viver todos os momentos durante essa jornada", escreveu Bia, também se despedindo de Thaisinha.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Encerro esse ciclo com muita gratidão por todos os anos de aprendizado, crescimento e evolução como atleta mas principalmente como ser humano. Se arriscar na busca de viver um sonho e realizar sonhos não só seus mas da família também, é um desafio muito grande e você precisa abrir mão de muitas coisas. Exige coragem, disciplina, superação e muita dedicação. Você não tem noção dá força que possui até que encara a vida de frente, cai e levanta quantas vezes forem precisas para aprender, para ser quem você quiser, você pode e merece! Acredite nos teus sonhos, corra atrás e nunca desista. @thaisinhaduarte o que falar de você? Minha família nesses anos, choramos e sorrimos juntas, brigamos, vibramos, vivemos intensamente e conquistamos. Mas acima de tudo, crescemos como pessoa, fortalecemos nossa amizade. Seguiremos caminhos diferentes agora, mas a nossa amizade é para a vida toda. Te amo. Agradeço a Deus por me permitir viver todos os momentos durante essa jornada. HYUNDAI RED ANGELS, OBRIGADA POR TUDO. FIZEMOS HISTÓRIA JUNTOS. AFINAL FORAM 7 ANOS E 7 TÍTULOS CONSECUTIVOS!!! NEM NOS MEUS MELHORES SONHOS EU IMAGINEI VIVER TANTO TEMPO E TANTAS CONQUISTAS NA COREIA DO SUL. Obrigada! 현대 레드 앵글, 모든 것에 감사드립니다. 우리는 함께 역사를 만들었습니다. 7 년 7 년 연속 타이틀 !!! 내 안에 없다 더 나은 꿈 나는 한국에서 너무 많은 시간과 많은 업적을 생활을 향상 시켰습니다. 감사합니다!

Uma publicação compartilhada por Beatriz Zaneratto⚽️ (@biazaneratto) em

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.