Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Bicampeão  brasileiro, Fábio cobra convocação para a seleção de Dunga

Goleiro do Cruzeiro reclama de critérios empregados na convocação dos atletas de sua posição para defender a camisa do Brasil

Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 15h13

Bicampeão brasileiro com o Cruzeiro, Fábio quer uma chance na seleção do técnico Dunga. Aos 34 anos, o goleiro mostrou todo seu descontentamento por nunca ter feito uma partida com a camisa do Brasil e indicou ressentimento pela falta de oportunidades. Em entrevista à Rede Globo, desabafou.

"Antigamente era dessa forma. Você se destacava e o prêmio máximo que você tinha era a seleção brasileira. Tive várias oportunidades de ser convocado, mas eu nunca tive o mesmo critério que os outros atletas tiveram, que os outros da minha posição tiveram", reclamou o jogador, que fez 605 partidas pelo Cruzeiro e é o goleiro que mais atuou pelo clube mineiro na história.

"Venho tendo bons campeonatos, conseguindo me destacar, tendo reconhecimento da mídia. As pessoas da mídia perguntam, falam que eu merecia, mas ninguém da seleção nunca se posicionou", lamentou, indicando não entender o motivo de não ser convocado. Um ano mais velho, Julio Cesar ficou 11 anos na seleção, entre 2003 e 2014, disputando três Copas do Mundo.

Fábio acredita que a convocação seria um reconhecimento ao trabalho que desempenha no Cruzeiro. "Acho que não estou pedindo nada demais, não quero benefício nenhum, só quero a oportunidade que os outros tiveram", afirma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.