Bierhoff não teme Itália e critica desempenho do Brasil

Em entrevista publicada nesta terça-feira no jornal alemão Süddeutsche Zeitung,, o gerente da seleção alemã, o ex-jogador Oliver Bierhoff, disse que a Itália não apresenta um futebol bonito nesta Copa, mas atua de forma eficiente.Na opinião de Bierhoff, a seleção de seu país terá que prestar muita atenção em jogadores como Totti, Luca Toni, Gilardino, Del Piero, Inzaghi e Iaquinta no jogo desta terça, pela fase semifinal do Mundial. "Não devemos dar a menor chance a eles", ressaltou. "Temos que jogar com disciplina e vigiar nossa defesa. Se nossos atacantes e meias ajudarem a defesa, não teremos problemas atrás. Isso só acontecerá caso o meio-de-campo adversário venha a nos atacar", concluiu.Para Bierhoff, o melhor rival para a Alemanha em uma final de Copa seria o Brasil, que acabou decepcionando. "À medida que avançava no Mundial, vimos que o Brasil não era a equipe que todos esperavam", declarou o dirigente alemão, acrescentando que a seleção brasileira precisa se renovar. "O Brasil precisava de renovação, mas não fez isso. Cicinho e Robinho foram melhores que Cafu e Ronaldo", ressaltou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.