Biografia do ex-jogador francês Zinedine Zidane é roubada

Site de uma revista francesa sustenta que alguém teria 'interesse em impedir a publicação de livro'

ANSA

30 de maio de 2008 | 11h38

O ex-jogador francês Zinedine Zidane teve parte do manuscrito de sua biografia roubada, segundo informou o site da revista francesa Le Point, que sustenta que alguém tem "interesse em impedir a publicação desse livro".  Segundo a revista, Zidane estava envolvido na preparação da biografia, mas ainda não havia aprovado o texto.  Em três dias, dois notebooks nos quais havia alguns capítulos da biografia desapareceram: um na casa de uma jornalista e outro, na casa do editor Christophe Deloire.  "A minha agenda eletrônica e o meu computador portátil com 90% do texto do livro foram roubados. Faltava somente o capítulo sobre o doping, que tínhamos acabado de terminar", disse a jornalista.  A polícia relacionou os dois furtos e coletou impressões digitais de uma pessoa que forçou a porta da casa do editor.  A biografia de Zidane deveria ser publicada no dia 23 de maio, mas teve seu lançamento adiado para 24 de setembro, decisão da qual nem mesmo o autor do livro, Besma Lahouri, estava informado.  Lahouri afirmou que "diversas pessoas entrevistadas para o livro telefonaram para dizer que não queriam mais que seus nomes aparecessem". "Estou acostumado com livros polêmicos, mas nunca vi uma coisa desse tipo", acrescentou.  O escritor disse ter "pesquisado a fundo os contratos publicitários e os investimentos financeiros" de Zidane, mas sobretudo investigou "como nunca antes a questão do doping". 

Tudo o que sabemos sobre:
Zinedine Zidanebiografia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.