Blanc admite que David Luiz não estava pronto para enfrentar o Barcelona

Na véspera do segundo jogo contra o Barcelona, o técnico do Paris Saint-Germain, Laurent Blanc, admitiu nesta segunda-feira que o zagueiro David Luiz não estava pronto para enfrentar o rival espanhol na partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, na semana passada. O defensor brasileiro estava voltando de lesão, após se recuperar de contusão muscular na coxa esquerda.

Estadão Conteúdo

20 de abril de 2015 | 15h20

"Ele tem consciência da partida que fez, mas não podemos esquecer que ele não estava pronto para jogar. Poderia estar no banco de reservas, mas não tínhamos previsto que poderia jogar uma hora e vinte minutos", declarou o treinador, na véspera do jogo da volta contra o Barcelona, no Camp Nou.

David Luiz, que será titular nesta terça, fez uma de suas piores partidas da temporada em Paris ao entrar no lugar de Thiago Silva, lesionado, ainda no primeiro tempo. Sem ritmo de jogo, cometeu erros bobos e acabou ficando marcado pelas duas "canetas" que levou do uruguaio Luis Suárez, autor de dois gols e herói da vitória do time espanhol por 3 a 1.

A vantagem conquistada pelo Barcelona vai exigir do PSG uma partida praticamente sem falhas nesta terça. "Sabemos que a tarefa de amanhã é extremamente complicada. Não tivemos muito tempo para preparar este jogo e é uma pena porque é uma partida muito interessante. O nosso problema é ter de marcar gols, mas acredito que vamos ter muitas ocasiões para o fazer", disse Blanc, que terá que vencer o Barcelona por três gols de diferença para avançar à semifinal.

Sem demonstrar grande confiança nas chances do PSG, o técnico espera ao menos que sua equipe faça uma apresentação mais convincente em Barcelona. "Não temos nada a perder e espero provar que estamos melhor do que fomos no primeiro jogo. Temos que mostrar que poder ter maior posse de bola, que podemos enfrentar o Barcelona e marcar muitos gols", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.