Blatter diz que mundo árabe merece organizar uma Copa

Político e diplomático como sempre, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, aproveitou visita ao Catar neste sábado para dizer que o mundo árabe merece organizar uma Copa do Mundo pela primeira vez na história. O próprio Catar é candidato a receber o evento, depois de entrar na eleição para a edição de 2022.

AE-AP, Agência Estado

24 de abril de 2010 | 17h08

O Catar, junto com a Coreia do Sul, apresentou sua candidatura para a Copa de 2022. Enquanto isso, Austrália, Japão, Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Espanha/Portugal e Bélgica/Holanda disputam o direito de receber o Mundial de 2018 ou de 2022 - os dois vencedores serão eleitos pela Fifa em dezembro.

Na visita a Doha, neste sábado, Blatter elogiou a infraestrutura do Catar e disse que a candidatura do país é muito bem-vinda, mas evitou declarar seu apoio explícito. "O mundo árabe merece ter uma Copa do Mundo. Vamos ver e esperar quando se tomará em dezembro a decisão sobre 2022", afirmou o presidente da Fifa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaCopaCatar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.