Steffen Schmidt/EFE
Steffen Schmidt/EFE

Blatter espera ter Mandela na abertura da Copa

Presidente da Fifa torce para que ex-comandante da África do Sul esteja com boa saúde durante o Mundial

AE, Agência Estado

23 de abril de 2010 | 10h06

Joseph Blatter, presidente da Fifa, está esperançoso de que Nelson Mandela esteja com saúde suficiente para participar da cerimônia de abertura da Copa do Mundo. O ex-presidente da África do Sul, que lutou contra o apartheid e já recebeu o Prêmio Nobel, está com 91 anos e fez a sua última aparição pública para celebrar o 20º aniversário de sua saída da prisão, no dia 11 de fevereiro.

"Nós cruzamos os dedos para que Nelson Mandela possa realizar esse sonho. E o seu sonho seria estar na abertura da Copa. Por enquanto, ele está indo bem e espero que ele possa fazê-lo", disse Blatter.

O presidente da Fifa, que voltou a ser questionado sobre o modo como a África do Sul vai realizar a Copa, disse estar confiante de que o Mundial será um sucesso e previu que mais de 95% dos ingressos serão vendidos.

Blatter rejeitou sugestões de que, como um país em desenvolvimento, a África do Sul foi uma má escolha para sediar a Copa do Mundo, dizendo que o continente africano merecia sediar o evento por causa de tudo o que tem dado ao futebol mundial.

Jerome Valcke, que é o secretário geral da Fifa e o responsável pela supervisão do torneio, disse que a África do Sul está tão bem preparada, que a Copa poderia começar "amanhã".

Valcke garantiu que nenhum dos 300 mil bilhetes restantes serão distribuídos, acrescentando que o ritmo de venda nos últimos oito dias indicam que todos os lugares restantes serão vendidos antes do primeiro jogo.

"Nós temos que trabalhar no nosso sistema de venda", disse Valcke, reconhecendo que o início da venda foi lenta e que os organizadores foram obrigados a diminuir os preços para fazer com que os ingressos fossem adquiridos pelos sul-africanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.