Blatter garante apoio da Conmebol em nova eleição da Fifa, diz agência

A Conmebol vai apoiar à candidatura de Joseph Blatter na eleição da Fifa, marcada para o dia 29 de maio, em Zurique. A informação foi revelada pela agência Associated Press, com base em uma fonte na Conmebol, nesta terça-feira, véspera do início do congresso da entidade, em Assunção, no Paraguai.

Estadão Conteúdo

03 Março 2015 | 18h17

A decisão foi tomada nesta terça depois que o Comitê Executivo da Conmebol se reuniu para avaliar as propostas dos quatro candidatos à presidência da Fifa. Em busca do seu quinto mandato consecutivo no cargo, Blatter chegou ao Paraguai nesta terça, assim como seus concorrentes, o holandês Michael Van Praag e o príncipe jordaniano Ali Bin Al-Hussein. O ex-jogador Luis Figo deve desembarcar em Assunção nesta noite.

Oficialmente, a Conmebol ainda não se manifestou sobre seu candidato na futura eleição. O paraguaio Juan Angel Napout, que assumirá a presidência da entidade nesta quarta-feira, não deu entrevistas. Contudo, seus colaboradores indicaram que ele vai assumir um dos cargos de vice-presidente da Fifa, em maio. Possivelmente, deve substituir Eugenio Figueiredo, uruguaio que presidia a Conmebol.

A entidade sul-americana deve oficializar seu apoio a Blatter nos próximos dias. Na cúpula da Conmebol, o suíço já tem ao menos um apoio importante, o do brasileiro Marco Polo Del Nero. Ele vai assumir a presidência da CBF em abril e integra atualmente o Comitê Executivo da Fifa.

Historicamente, a Conmebol costuma apoiar Blatter nas eleições da Fifa, desde que o suíço substituiu o brasileiro João Havelange na presidência, em 1998. De lá para cá, Blatter contou com o suporte da entidade sul-americana em todos os pleitos que disputou.

Blatter terá a oportunidade de conquistar o apoio todos os membros da Conmebol durante o congresso da entidade nesta quarta. Como de costume, as reuniões das confederações servem de palco privilegiado para as campanhas dos candidatos a presidente da Fifa.

O novo mandatário da entidade é escolhido pelos representantes das 209 associações nacionais filiadas à entidade. Estarão reunidos no Congresso pelo menos 14 eleitores. Além dos dez dirigentes da América do Sul (Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Venezuela, Peru e Bolívia), já confirmaram presença Sunil Gulati (presidente da federação dos Estados Unidos), Ángel María Villar Llona (presidente da federação da Espanha), Kuniya Daini (presidente da Associação Japonesa) e Eduardo Li (presidente da federação da Costa Rica).

Mais conteúdo sobre:
futebolConmebolFifaBlatter

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.