Divulgação
Divulgação

Blatter inicia montagem de Museu da Fifa em Zurique

ZURIQUE - O presidente Joseph Blatter deu início simbólico, nesta quinta-feira, à montagem do Museu da Fifa, que ficará em Zurique, mesma cidade suíça onde está a sede da organização. O projeto inicial previa a construção de um prédio especialmente para acolher o museu, mas a decisão final foi por alugar, pelo período de 40 anos, uma edificação já construída, no Barrio de Enge.

Agência Estado

25 de abril de 2013 | 10h53

"Isto pode ser ainda um canteiro de obras, mas logo será um verdadeiro ponto de encontro para o futebol e os milhões de pessoas apaixonadas por ele em todo o mundo. Hoje (quinta) é um grande dia para mim e para a Fifa. Estou encantado com o fato de que estamos seguindo em frente com este projeto no edifício Haus zur Enge", disse o dirigente, que pretende inaugurar o museu entre abril e maio de 2015.

De acordo com a Fifa, a equipe de gerenciamento do projeto procurava por prédios para o museu e há alguns meses decidiu que o Haus zur Enge seria a "localização perfeita" para o memorial. A empresa proprietária do prédio já deu autorização para a reforma e os trabalhos de desmontagem podem ser iniciados imediatamente. A prefeitura de Zurique, entretanto, ainda precisa expedir uma licença de reforma para que o prédio tenha novo uso.

O presidente Blatter e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, assinaram o contrato de aluguel do prédio no último dia 11. Oito dias depois, a organização que dirige o futebol mundial enviou os planos à Câmara Municipal de Zurique, que acolheu positivamente o projeto.

As áreas dedicadas ao museu do futebol e a exposições ocuparão desde o segundo subsolo até o primeiro andar do prédio. Entre os planos para o museu estão uma Galeria da Fama, exibições em 3D e jogos interativos, além de uma coleção de troféus e camisetas que atrairão torcedores de todo o mundo.  Os andares superiores serão transformados em escritórios com aproximadamente 150 estações de trabalho. A planta também prevê 28 apartamentos. As obras dos escritórios e dos apartamentos serão concluídas em meados de 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.