Blatter lança Mundial Feminino e elogia Copa na Alemanha

De óculos escuros e com um sorriso sempre estampado no rosto, o presidente da Fifa, Joseph S. Blatter, lançou nesta quinta-feira, na Adidas Arena, em Berlim, o 5º Mundial de Futebol Feminino, que será disputado na China, no próximo ano. No evento, Blatter aproveitou para elogiar o governo e a população alemães pela excelente atmosfera desta Copa do Mundo e comentou sobre o desempenho da Espanha e do atacante inglês Wayne Rooney."Gostaria de parabenizar o governo alemão e a seu povo pelo grande ambiente desta Copa do Mundo. O clima tem ajudado bastante, mas a Alemanha está de parabéns", declarou Blatter, um pouco antes de apresentar a bola oficial do Mundial Feminino ao lado da jogadora chinesa Sun Wen, do Secretário do Comitê Organizador do Mundial, o chinês Nan Yong, e do diretor-executivo da Adidas, Erich Stamminger.O presidente da Fifa ressaltou também que a campanha da seleção de Klinsmann tem ajudado a manter uma atmosfera especial nas cidades alemãs. Além disso, Blatter parabenizou as seleções africanas, "que não estão com sorte mas mostraram seu valor", as asiáticas, e as do Caribe e América do Norte pela participação no Mundial.Logo após o lançamento oficial, quando Blatter afirmou que "o futebol oferece às mulheres os mesmos direitos dos homens", o dirigente foi até um dos campos da Arena e posou para fotos com algumas jogadoras campeãs mundiais da Alemanha, em 2003, que desafiaram um combinado feminino de Berlim. Já sem óculos escuros, sem blazer e cercado por uma multidão de jornalistas do mundo inteiro, Blatter mencionou a preocupação da Fifa com eventuais contusões, como a ocorrida com Michael Owen, no empate entre Inglaterra e Suécia por 2 a 2, na terça-feira."Todos os procedimentos já foram tomados e o valor do seguro está sendo encaminhado pela federação inglesa ao clube de Owen. Esperamos e torcemos para que isso não aconteça mais neste Mundial".Rooney e a EspanhaAinda sobre a seleção inglesa, Blatter gostou do desempenho de Wayne Rooney. "Ele jogou bem contra a Suécia, voltou bem à sua forma e deve ser um dos destaques da Copa". O presidente da Fifa também ficou impressionado com o time da Espanha, que "demonstrou um bom futebol e mereceu a classificação".Mas Blatter, assim como Klinsmann, acredita que a Copa começa agora, com as oitavas-de-final. "Os jogos foram bem disputados na fase de grupos. Mas a competição começa agora, com o sistema K.O. (mata-mata). Os grande times vão se enfrentar e só um pode passar".O presidente da Fifa aproveitou a oportunidade para elogiar o clima, que tem sido maravilhoso durante toda a Copa. "Vamos torcer para que continue assim, até o fim da competição". Na cerimônia, o diretor-executivo da Adidas, Stamminger, disse que espera que a Copa do Mundo altere um pouco a maneira de pensar dos alemães. "Espero que os alemães vejam as coisas por um lado mais positivo a partir de agora".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.