Blatter reafirma apoio a Platini na eleição da Uefa

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, reafirmou neste sábado, com todas as letras que torce e apóia a eleição do ex-jogador francês Michel Platini para presidente da Uefa, contra o atual mandatário da entidade máxima do futebol europeu, o sueco Lennart Johansson, na eleição que será realizada na sexta-feira, dia 26, durante o congresso que será realizado em Dusseldorf, na Alemanha."É um homem que me acompanhou de perto nesses oito anos e meio à frente da Fifa, um amigo e conselheiro, e não tenho porque esconder meus sentimentos", afirmou Blatter, que está em Moscou, com Platini, para um torneio de futebol indoor envolvendo equipes das ex-repúblicas soviéticas. Depois, ele fez questão de explicar: "Como presidente da Fifa não tenho nada a dizer sobre isso, e não acho que estou interferindo", disse.Na sexta-feira, Johansson havia dado entrevistas reclamando da intromissão do presidente da Fifa na eleição da Uefa. O sueco, de 77 anos, foi derrotado por Blatter em sua primeira eleição à Fifa, em 1998, quando ele sucedeu o brasileiro João Havelange, que havia comandado a Fifa por 24 anos.Blatter disse, inclusive, que está disposto a se candidatar a mais um mandato na Fifa, que terá eleições em maio - ele cumpre um mandato especial de cinco anos, depois que as regras foram alteradas, em 2002, para que as eleições não coincidissem com a Copa do Mundo. Sua plataforma eleitoral será evitar que o futebol se torne apenas um rentável e lucrativo negócio. "É preciso manter os aspectos culturais e sociais, para que nosso esporte não se torne apenas uma ferramente para ganhar dinheiro" disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.