Blokhin diz que vitória da Ucrânia foi por pura sorte

Após a vitória da Ucrânia sobre a Suíça nos pênaltis, nesta segunda-feira, em Colônia, o técnico ucraniano, Oleg Blokhin comparou o feito de sua seleção a um jogo de roleta russa. "As equipes fizeram um jogo muito equilibrado e ambas poderiam ter vencido. Nós só tivemos mais sorte. Foi como jogar roleta russa", afirmou o treinador.O placar da disputa de pênaltis foi 3 a 0 para os ucranianos e, ironicamente, o único jogador da seleção do leste europeu que perdeu uma cobrança foi a estrela do time, o atacante Andriy Shevchenko. Aliás perguntado sobre tal fato, Blokhin contemporizou: "Não interessa quem fez os gols. A vitória é de toda a equipe". Transferido recentemente do Milan para o Chelsea, Shevchenko diz-se aliviado, mas não por ter errado a cobrança, e sim por achar que seu time agora conseguiu apagar a goleada de 4 a 0 que sofreu para a Espanha na primeira rodada do Mundial."Nós sofremos muito após nossa péssima estréia, mas agora estamos muito felizes e oferecemos esta vitória para todos os ucranianos", falou Shevchenko, que concluiu: "Nós não temos os maiores jogadores do mundo, mas nós compensamos isso com muito sacrifício e garra. A Itália (próxima adversária, agora pelas quartas-de-final da competição, dia 30, em Hamburgo) fez um jogo muito difícil também contra a Austrália e acho que nós temos sim chances de passar pelos italianos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.