BNDES aprova crédito de R$ 400 milhões para estádio pernambucano

Arena será construída na região metropolitana de Recife e terá jogos da Copa de 2014

ALEXANDRE RODRIGUES, Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 15h23

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou crédito de R$ 400 milhões para o projeto de construção da Arena Pernambuco, na região metropolitana de Recife, para sediar jogos da Copa do Mundo de 2014. A informação foi divulgada pelo banco em nota oficial nesta quinta-feira.

O valor do financiamento, limite máximo da linha de crédito especial para arenas nas cidades sede (BNDES ProCopa Arenas), corresponde a 75% do investimento total do estádio de 46 mil lugares, que deverá ficar pronto em 30 meses. Trata-se de uma parceria público-privada, cuja licitação para operação e manutenção durante 33 anos foi vencida por um consórcio integrado pela Odebrecht. O financiamento será tomado pelo governo do Estado de Pernambuco.

Segundo o BNDES, o financiamento foi dividido em dois subcréditos: R$ 5,4 milhões para contratação de auditoria independente da execução físico-financeira das obras e R$ 394,6 milhões para a construção. A previsão é de 1.500 empregos gerados no projeto.

Desde janeiro, o programa BNDES ProCopa Arenas já aprovou R$ 2,26 bilhões em créditos para a construção de arenas para o Mundial em seis estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso e Rio de Janeiro, além de Pernambuco. Quatro já foram contratados. Faltam apenas os de Recife, recém-aprovado, e o do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014Arena PernambucoBNDESfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.