BNDES deve liberar dinheiro a clubes

O ministro de Esportes Carlos Melles informou hoje que já está em conversações com o presidente do BNDES, Francisco Gros, para que uma linha de crédito seja liberada para clubes investirem na reforma de estádios. Melles disse que não só ele como o ministro da Justiça, José Gregori também está preocupado com a falta de segurança nos estádios de futebol. O ministro - que participou nesta quinta-feira no Rio de uma reunião com dirigentes para a definição do calendário para o futebol brasileiro no segundo semestre - disse que outras medidas deverão ser adotadas, como a proibição de venda de bebidas alcoólicas, introdução de bafômetros e detectores de metais, extinção da geral, proibição de fogos de artifícios, além da venda antecipada de ingressos.Para o ministro essas medidas deverão contribuir ainda para aumentar a qualidade do futebol brasileiro. Os clubes e federações deverão estar mais estruturados e times jogando no máximo duas vezes por semana, vão contribuir sensivelmente para melhorar a qualidade dos espetáculos e por conta disso, os campeonatos poderão ser comercializados por um preço mais justo?, avalia Melles. ?Assim, os clubes não ficarão mais na dependência de Romário ou Ronaldinho para terem suas receitas?, disse o ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.