Wilton Júnior/AE
Wilton Júnior/AE

BNDES poderá financiar reformas de estádios para a Copa

Luciano Coutinho, no entanto, afirma que o governo não comprometerá recursos do orçamento da União

ADRIANA CHIARINI E SÍLVIO BARSETTI, Agencia Estado

21 de agosto de 2009 | 19h09

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse nesta sexta-feira que a instituição pode financiar investimentos do setor privado e sob formas de Parcerias Público-Privadas (PPP) para construção e reforma de estádios para a Copa do Mundo de 2014.  

 

Veja também:

especialTeste seus conhecimentos sobre a Copa no Brasil

lista Todas as informações sobre a Copa 2014

O BNDES abriu também a possibilidade de apoiar projetos em situações que "não comportem PPP", mas "com o rigor de condições de custo que correspondam às especificações da Fifa".

No entanto, disse que a participação do banco no apoio aos estádios para o Mundial "é um processo que requer tempo", exigindo amadurecimento. De acordo com Coutinho, o governo não pretende comprometer recursos do Orçamento Geral da União com a construção e reforma de estádios para a Copa de 2014.

O presidente do BNDES deu as declarações durante evento na sede do banco no Rio de Janeiro para anunciar o aporte de R$ 6 milhões destinados à construção do Museu Pelé, em Santos. O ex-jogador esteve presente ao encontro e brincou ao dizer que o público estava diante de uma nova dobradinha Pelé-Coutinho, referência à dupla de sucesso que fez história no Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.