Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Boa atuação de Gilson aumenta disputa por vaga de lateral-esquerdo do Botafogo

Técnico Eduardo Barroca não garantiu o retorno de Jonathan contra o Fortaleza

Redação, Estadão Conteúdo

03 de maio de 2019 | 13h22

O triunfo do Botafogo por 3 a 2 sobre o Bahia, quinta-feira, no Engenhão, rendeu ao time os primeiros pontos no Campeonato Brasileiro e aumentou a disputa pela titularidade da lateral-esquerda após a boa atuação de Gilson. Ele pode até ser mantido no time para o confronto com o Fortaleza domingo, novamente no Rio, pela terceira rodada do torneio nacional.

"Não sei se o Jonathan volta domingo. Vamos ter mais noção nesta sexta. Estou feliz pela atuação do Gilson, ele merece, é trabalhador. Fez grande partida. Torcida do Botafogo não pega no pé do Gilson, ela reconhece quando o jogador vai bem. Foi o que aconteceu. É um jogador que tem o respeito de todos, participou do gol do João Paulo e foi importante para a vitória", disse o técnico Eduardo Barroca.

Gilson iniciou a temporada como titular do Botafogo, já tendo atuado sete vezes em 2019. Mas perdeu a vaga para Jonathan, jovem formado na base do clube e de 21 anos, que disputou 13 jogos na temporada. Só que ele se lesionou na estreia do time no Brasileirão, contra o São Paulo.

Isso abriu espaço para Gilson, que foi um dos destaques do triunfo sobre o Bahia, tanto que no segundo gol do time fez o cruzamento para João Paulo marcar. Assim, Barroca vai aguardar o aval do departamento médico para definir quem será o titular contra o Fortaleza. Mas também deverá considerar outros aspectos para tomar a sua decisão.

De qualquer forma, Barroca celebrou a vitória que dará mais tranquilidade ao Botafogo na preparação para encarar o Fortaleza. "É muito melhor se preparar para pegar o Fortaleza fazendo ajustes na vitória. Foi um resultado fundamental para nós. Exalto os jogadores, que se entregaram e têm trabalhado sério. Fazer os ajustes necessários nessa situação é muito melhor", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.