Boa campanha na Vila anima santistas

As faixas dos torcedores ainda continuam de cabeça para baixo, mas o Santos já provou este ano que está disposto a reconquistar a torcida. Ganhou todos os 15 pontos disputados em casa e se prepara para mais um desafio, que é encarado como uma decisão: o jogo de quarta-feira, contra o Internacional de Porto Alegre, válido pela Copa do Brasil. "A série de vitórias deu confiança ao time e as coisas tendem a melhorar", disse o técnico Celso Roth, que está preocupado com a partida contra o time gaúcho."Estamos 100% na Vila e temos que tirar proveito disso", comentou o meia Robert, que também encara o jogo contra o Inter como uma decisão. "O regulamento prevê que o visitante vencendo por uma diferença de dois gols elimina a partida de volta e nem podemos pensar numa possibilidade dessas", disse o jogador.Se há uma preocupação quanto ao adversário, existe também a tranqüilidade pelo desempenho do time. "Essas vitórias estão unindo ainda mais o grupo e a equipe está embalando", confirmou o atacante William."Precisamos vencer o jogo contra o Inter, mesmo que por uma diferença pequena de gols, para irmos a Porto Alegre com a tranqüilidade necessária para garantir lá a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil", disse William. Já Fábio Costa, que teve uma boa atuação no domingo, mantém a postura crítica: "precisamos nos cobrar sempre, principalmente quando a equipe está bem e há uma tendência ao relaxamento".Evolução - Robert vê evolução no time, mas admite que ainda é necessário aperfeiçoar algumas coisas. "Estamos melhorando a cada partida e temos ainda que fazer alguns acertos, como melhorar a finalização". Opinião idêntica mantém o técnico Celso Roth, satisfeito com o desempenho da equipe ele admite: "ainda estamos cometendo alguns erros que precisam ser corrigidos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.