Boa Esporte ganha e deixa Vila Nova na zona de rebaixamento

Time goiano foi surpreendido com derrota por 2 a 1 e voltou a decepcionar seus torcedores

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2011 | 19h32

GOIÂNIA - O Vila Nova segue caminhando a passos largos rumo ao rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time goiano voltou a decepcionar seus torcedores e foi surpreendido pelo Boa Esporte, perdendo por 2 a 1, no Estádio Serra Dourada, pela 22.ª rodada.

A situação do técnico Artur Neto está bastante complicada e seu futuro deve ser definido nas próximas horas. Com mais esse tropeço, o Vila chegou ao quinto jogo sem vitória - quatro derrotas e um empate -, aparecendo na zona de rebaixamento, em 17.º lugar, com 24 pontos. Na parte de cima da tabela, o Boa Esporte se encontra na oitava colocação, com 32 pontos e acumula duas vitórias seguidas.

Parecendo que estava jogando em casa, o Boa Esporte começou em cima do Vila Nova e não demorou muito para abrir o placar. Aos 15 minutos, Moisés desceu com velocidade pela esquerda e cruzou na cabeça do atacante Jheimy, que tirou do alcance de Michel Alves.

A situação ficou ainda pior seis minutos depois, quando Carlos César dominou dentro da área e tocou na saída do goleiro, ampliando o marcador. A torcida do Vila já protestava nas arquibancadas e, no último lance do primeiro tempo, David acertou uma bomba de fora da área, diminuindo para os goianos, aos 45 minutos.

O Vila Nova voltou mais ligado no segundo tempo, principalmente com as duas mudanças realizadas pelo técnico Artur Neto, e passou a pressionar o Boa Esporte, que se preocupava apenas em se defender. No final, o Vila foi com tudo para cima, mas sem sucesso. Após o apito final, a torcida vaiou bastante o time.

Todos os jogos da 23.ª rodada da Série B serão realizados na próxima terça-feira, às 20h30. O Vila Nova enfrenta o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, enquanto o Boa Esporte recebe o Guarani, no Estádio do Melão, em Varginha (MG).

VILA NOVA 1 X 2 BOA ESPORTE

Vila Nova - Michel Alves; Luizinho, Augusto, Ben Hur e Marquinhos; Jairo, Vitor Rossini (Ricardinho), Davi Ceará (Jô) e David; Bérgson (Wando) e Leandro Cearense. Técnico - Artur Neto.

Boa Esporte - Luiz Fernando; Carlos César, Cassiano, Thiago Carvalho (Marcelinho) e Marinho Donizete; Claudinei, Jean Cléber, Moisés (Higo) e Carlos Magno; Ramon (Waldison) e Jheimy. Técnico - Nedo Xavier.

Gols - Jheimy, aos 15, Carlos César, aos 21, e David, aos 45 minutos do primeiro tempo.

Árbitro - Fábio Filipus (PR).

Cartões Amarelos - Wando e Higo.

Público - 4.085 pagantes.

Renda - R$ 27.923,00.

Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.