Boa fase pode facilitar patrocínio

O São Paulo quer aproveitar o bom momento que atravessa para conseguir um patrocinador que substitua a Motorola. No jogo de sábado contra a Ponte Preta, em Campinas, pelo Campeonato Paulista, o time entrará em campo com a camisa limpa, de acordo com o diretor de futebol José Dias. O interesse é tamanho que está provocando desentendimentos entre os próprios são-paulinos. Nesta quinta-feira, o conselheiro e ex-diretor Carlos Caboclo deu entrevista à Rádio Jovem Pan afirmando que os contatos com a empresa coreana LG estão adiantados e que "há grandes possibilidades de o contrato ser fechado dentro de 10 ou 15 dias". A quase certeza do título do Rio-São Paulo também estaria ajudando as negociações, segundo Caboclo. José Dias ficou furioso. "Não existe contato nenhum sendo feito e quem está cuidando do caso é somente a diretoria de marketing do clube."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.