Boa ganha do Náutico e sonha com o acesso na Série B

O Boa voltou a sonhar com uma vaga na elite do futebol brasileiro. Nesta terça-feira, o time mineiro derrotou o Náutico por 1 a 0, no estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG), pela 31.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e voltou a se aproximar do G4, a zona de acesso. Com a segunda vitória consecutiva, subiu para 47 pontos e ficou cinco atrás do Avaí, o quarto colocado. O clube pernambucano, por sua vez, caiu para o 10.º lugar, com 45.

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 00h08

Nem bem o ponteiro do relógio havia dado a 10.ª volta, o Náutico perdeu um jogador. Em meio a um começo truncado e sem inspiração dos dois lados, o meia Vinícius se irritou com a arbitragem, reclamou de uma falta no meio de campo, ficou enchendo a paciência do árbitro paranaense Antônio Denival de Morais e acabou recebendo o cartão vermelho.

O Boa aproveitou a vantagem para pressionar o adversário em busca do gol. Aos 17 minutos, Romão mostrou como aproveitar uma boa oportunidade e abriu o placar para os donos da casa. O atacante aproveitou lançamento de Clébson, deu um drible de corpo na marcação e tocou na saída de Júlio César. Um belo gol. Mesmo com um jogador a menos, o Náutico tentou igualar o jogo, mas viu o adversário controlar bem as ações e segurar as subidas ao ataque.

Após a conversa nos vestiários, o técnico Dado Cavalcanti acertou o posicionamento do Náutico. O time pernambucano voltou bem mais organizado e foi melhor que o adversário durante boa parte do segundo tempo. Willian Alves e Cañete levaram perigo e assustaram o goleiro João Carlos. O Boa se segurou como pode, até com chutões, mas garantiu a importante vitória.

Os dois times voltam a campo neste sábado, pela 32.ª rodada. O Boa encara o Bragantino, às 16h20, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Uma hora depois, o Náutico recebe o Atlético Goianiense, na Arena Pernambuco, no Recife.

FICHA TÉCNICA

BOA 1 x 0 NÁUTICO

BOA - João Carlos; Tinga, Thiago Carvalho, Ciro Sena e Marinho Donizete; Vinícius Hess, Wellington, Tomas e Clébson (Diego); Fernando Karanga e Romão (Franci). Técnico: Nedo Xavier.

NÁUTICO - Julio César; Neilson, William Alves, Renato Chaves e Raí; João Ananias (Mário Risso), Paulinho, Vinícius e Cañete (Marcos Vinicius); Bruno Furlan e Leleu (Helder). Técnico: Dado Cavalcanti.

GOL - Romão, aos 17 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Tomas (Boa); Paulinho e Marcos Vinícius (Náutico).

CARTÃO VERMELHO - Vinícius (Náutico).

ÁRBITRO - Antônio Denival de Morais (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBoaNáutico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.