Boa pontaria dá à Itália a vitória e a vaga pra a final

A boa pontaria fez a diferença na vitória de 2 a 0 da Itália - com dois gols no final do segundo tempo da prorrogação - sobre a Alemanha, nesta terça-feira, em Dortmund. Após 180 minutos de partida, italianos e alemães até tiveram um número parecido de finalizações, mas a Itália teve um índice de acerto bem maior.A Itália ficou mais com a bola no pé. Foram 57% de posse contra 43% dos alemães. Aliás, a falta de qualidade foi o que mais marcou o jogo alemão, que mesmo finalizando 13 vezes contra a meta de Buffon, acertou somente duas. Já a Itália teve 66% de aproveitamento (dez de 15) e foi presenteada com dois gols no final do segundo tempo da prorrogação.Porém, diferente do que se poderia esperar de uma semifinal entre alemães e italianos, o número de faltas foi baixo e um quase empate entre as duas seleções. A Alemanha cometeu 21 infrações, sendo duas delas advertidas com cartões amarelos. Os italianos fizeram 19 faltas e levaram um cartão.O meia do Milan, Andrea Pirlo foi eleito o melhor jogador da partida pela Fifa. O atleta foi o principal criador das jogadas de sua equipe e deu a importante assistência para o primeiro gol italiano, do lateral esquerdo Grosso.Veja abaixo as estatísticas do jogo:Finalizações: Alemanha, 13; Itália, 15 Finalizações certas: Alemanha, 2; Itália, 10 Faltas cometidas: Alemanha, 21; Itália, 19 Cartões amarelos: Alemanha, 2; Itália, 1 Cartões vermelhos: Alemanha, 0; Itália, 0 Escanteios: Alemanha, 4; Itália, 12 Impedimentos: Alemanha, 2; Itália, 11 Posse de bola: Alemanha, 43%; Itália, 57% Melhor jogador da partida: Andrea Pirlo (Itália)(Com fifaworldcup.com)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.