Boa vence Bragantino, quebra jejum e sai da zona de degola da Série B

No fechamento da nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, na fria cidade de Varginha, no sul de Minas Gerais, enfim, o Boa venceu dentro do Estádio Melão, onde acumulava três derrotas na competição. Com muita disposição, o time mineiro venceu o Bragantino, por 3 a 0, e de quebra deixou a zona de rebaixamento. Saltou para a 15.ª posição, com nove pontos, rebaixando o Santa Cruz para 16.º e o Luverdense, como primeiro na zona de degola, que tem ainda Atlético-GO, Ceará e Mogi Mirim. De outro lado, o Bragantino perdeu a série invicta de quatro jogos, com três vitórias e um empate, permanecendo com 13 pontos, em nono lugar.

Estadão Conteúdo

27 de junho de 2015 | 23h05

Mesmo com o termômetro marcando 12ºC e sensação térmica de 10ºC , o jogo começou quente. O Bragantino teve a chance mais clara de gol aos 14 minutos, num contra-ataque. Chico deu o passe perfeito para Alan Mineiro, que bateu de chapa de pé, mas para fora.

Coube ao time da casa sair na frente aos 21 minutos. Após levantamento de Wendel, pela direita, o atacante João Paulo ajeitou de cabeça e Moacir, na pequena área, esticou o pé direito para marcar.

O time paulista quase empatou aos 40 minutos num chute de longe de Diego Maurício, que o goleiro Andrey foi espalmar no ângulo. Aos 44 minutos, por atitude antidesportiva - dar um chute na bola para fora - o técnico Moacir Júnior, do Boa, foi expulso.

Os dois times voltaram iguais para o segundo tempo. Mas a história mudou logo no primeiro minuto. Uma falta na intermediária a favor do Boa rende um chute forte de Pirão. A bola resvalou na barreira e atrapalhou a defesa do goleiro Douglas. Bem atrás no placar, só restou ao visitante buscar o ataque.

A primeira medida tomada no banco por Osmar Loss foi a troca do volante Éverton Costa pelo meia Jocinei. De seus pés saiu a primeira chance, num chute forte de fora da área, que Andrey espalmou por cima do travessão, aos 13 minutos.

Apesar da pressão, os paulistas não encontraram o caminho para as penetrações e finalizações, além de abrir espaços para os contra-ataques do Boa, que fez o terceiro gol aos 23 minutos. Pirão desceu pelo lado esquerdo e levantou para a área, onde João Paulo se antecipou à defesa e testou com jeito no canto baixo de Douglas. Tudo estava liquidado. Deu tempo ainda para Alemão, lateral do Bragantino, ser expulso por usar os braços contra um adversário.

O Boa vai fechar a décima rodada da Série B, no próximo sábado, às 21 horas, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, diante do CRB, que nesta tarde bateu o Mogi Mirim, por 1 a 0, no interior paulista. O Bragantino, também sábado, porém às 16h20, vai receber o Santa Cruz que no Arruda venceu o Sampaio Corrêa, por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

BOA 3 X 0 BRAGANTINO

BOA - Andrey; Wendel, Everton Sena, Wallace e Pirão; Moacir, Radamés, Alê e Clébson (Cléo); Bruno Felipe (Kleyton Domingues) e João Paulo (Erick Luís). Técnico: Moacir Júnior.

BRGANTINO - Douglas; Alemão, Leandro Silva, Luan e Roberto; Éverton Dias (Jocinei), Bruno Costa, Chico (Bryan) e Alan Mineiro (Zé Paulo); Jobinho e Diego Maurício. Técnico: Osmar Loss.

GOLS - Moacir, aos 21 minutos do primeiro tempo. Pirão, a 1 e João Paulo, aos 23 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Eduardo Cordeiro Guimarães (SC)

CARTÃO AMARELO - Chico (Bragantino).

CARTÃO VERMELHO - Alemão (Bragantino)

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados

LOCAL - Estádio Melão, em Varginha (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBoaBragantino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.