Reuters
Reuters

Boateng mostra orgulho por história no Bayern antes de jogo do adeus em Munique

Aos 32 anos, zagueiro campeão do mundo com a Alemanha em 2014 pode ir para EUA ou Inglaterra

Redação, Estadão Conteúdo

19 de maio de 2021 | 14h32

Após 10 anos, chegará ao fim neste sábado, em Munique, diante do Augsburg, a vitoriosa trajetória de Jérôme Boateng com a camisa do Bayern. O zagueiro campeão do mundo com a Alemanha em 2014 se despede em busca de "novos desafios", mostrando orgulho pelos anos vitoriosos de clube.

"Estou incrivelmente grato ao clube e a cada indivíduo aqui por ter passado esse tempo incrível", disse. "Era óbvio para mim que mudaria em algum momento. Sou uma pessoa que precisa de novos desafios, novas experiências e provar a si mesmo novamente são extremamente importantes."

Arsenal, Chelsea ou Major League Soccer, nos Estados Unidos, estão entre os prováveis destinos do defensor, titular absoluto dos bávaros e ídolo da torcida. Aos 32 anos, ele viu o clube notificá-lo que não teria o contrato renovado. Sai, ao lado de Alaba e Javi Martínez. Ambos saudados pelo clube. "Lendas para sempre", postou o Bayern em suas redes sociais com uma imagem dos três jogadores, que conseguiram uma infinidade de títulos nos últimos anos.

"Muito orgulhoso de fazer parte desta história aqui, o fato de poder jogar tantos jogos aqui, fazer amigos e curtir futebol com o Bayern", agradeceu Boateng, campeão da Liga dos Campeões e Mundial duas vezes com o Bayern, além do eneacampeonato alemão.

A despedida, diante do Augsburg, será acompanhada por 250 torcedores no Allianz Arena. Serão 100 profissionais da saúde e a outra parte sorteada entre sócios e garotos da base do Bayern.

O clube aproveitou para anunciar que Goretzka assume a camisa 8 que era de Javi Martínez. "Querido Javi, muito obrigado por me dar o número de sua camisa. É uma grande honra para mim. Espero usar este número com o mesmo orgulho que você teve por todos esses anos", festejou Goretzka.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.