Boca: ameaça de bomba era falsa

O avião que transportava a equipe do Boca Juniors de Buenos Aires para Guayaquil, no Equador, para a partida contra o Emelec, pela Libertadores da América, foi obrigado a fazer um pouso de emergência na cidade de Córdoba, região central da Argentina, por causa de uma ameaça de bomba. O avião aterrissou numa pista auxiliar desativada e os jogadores foram obrigados a desembarcar. A brigada antibomba de Córdoba fez uma vistoria rigorosa na aeronave e não encontrou nada de estranho. Algumas horas depois, o vôo prosseguiu sem transtornos. Emelec e Boca Juniors integram o Grupo 6 da Libertadores e se enfrentam nesta quarta-feira, no Equador, em partida válida pela segunda rodada da primeira fase.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.