Boca é homenageado no Morumbi

O Boca Juniors não atuou neste domingo no Morumbi, mas os mais desavisados que passaram por perto do estádio poderiam até ter imaginado que a equipe argentina estivesse no Brasil. Centenas de corintianos vestiram a camisa do time de Buenos Aires como forma de provocar os palmeirenses e comemorar a vitória do Boca sobre o maior rival na quarta-feira, pela Taça Libertadores da América.Houve, até, quem fizesse uma faixa de agradecimento ao meia argentino Riquelme, o melhor em campo na partida contra o Palmeiras: "Obrigado, Riquelme, por mais um feriado feliz, Porcus Tristes". O autor foi Marcelo Braga, de 25 anos. "Mesmo que o Corinthians não ganhe, já estou muito feliz", afirmou ele, pouco antes da partida. O Boca venceu o Palmeiras nos pênaltis depois de empate por 2 a 2 no tempo normal, na véspera do feriado de Corpus Christi. Com o resultado, a equipe não chegou à final da competição sul-americana.Apesar do entusiasmo dos corintianos, o Morumbi não recebeu as 80 mil pessoas que a diretoria esperava. Embora todos os ingressos tivessem sido vendidos, milhares deles ficaram retidos com os cambistas, que acabaram perdendo dinheiro.Até o fim da partida, não havia ocorrido nenhum incidente de grandes proporções nos arredores do estádio. O ônibus da delegação do Grêmio foi recebido com pedradas e latas, mas ninguém foi atingido. Os torcedores gaúchos - cerca de mil - reclamaram que havia pouca proteção para que eles chegassem às arquibancadas.

Agencia Estado,

17 de junho de 2001 | 16h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.