Boca elimina São Caetano nos pênaltis

No sufoco e nos pênaltis o São Caetano deu adeus nesta terça-feira à Taça Libertadores da América. Nos 90 minutos, bem que o jogo foi equilibrado (1 a 1), o Boca Juniors tinha por mais tempo o domínio, mas o time do ABC também levava perigo. Igual também foram as primeiras dez penalidades, com 3 a 3 no placar. Marcelo Mattos, no entanto, chutou para fora a cobrança que empataria novamente a disputa. No início da partida, o São Caetano fez o inverso do que se espera de um time visitante. Começou tranqüilo e melhor em campo ? tanto que Gilberto acertou o travessão logo aos 3 minutos ?, mas bastou o tempo ir passando para surgirem os primeiros sinais de nervosismo. Partiu para cima nos primeiros minutos e, aos poucos, foi recuando. De modo geral, no entanto, o primeiro tempo foi fraco. Os brasileiros fecharam melhor os espaços no segundo tempo e o nível técnico da partida caiu. O time do ABC sente falta de um armador desde a saída de Marcinho (machucado) da equipe. Dependia, portanto, das jogadas individuais. E foi assim que saiu o primeiro gol. Aos 12, Gilberto fez uma linda jogada. Arrancou antes do meio-de-campo, tabelou com Fabrício Carvalho, avançou, cortou o zagueiro e tocou na saída do goleiro Abbondanzieri. Os argentinos não têm um grande time, nem um futebol encantador, mas jogam bem taticamente e tocam rapidamente a bola. Aos 20, Tevez achou Barijho e ele, que havia acabado de entrar, empatou depois de erro na saída de bola do São Caetano. Daí para a frente, o jogo ficou bastante equilibrado. O São Caetano, nos contra-ataques, chegava bem, mas não concluía. O Boca tinha mais o domínio da bola, o que não lhe garantia tanta vantagem. A qualidade ainda era baixa. Ia assim o jogo, a caminho dos pênaltis. Gilberto, no fim, aos 42, perdeu o gol da classificação. Na frente do goleiro, chutou para cima. Nos pênaltis, três jogadores do São Caetano erraram, Lúcio Flávio, Fabrício Carvalho e Marcelo Mattos, e assim a equipe volta, frustrada, para o Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.