Gustavo Garello/AP
Gustavo Garello/AP

Boca empata com o Gimnasia La Plata fora de casa e é campeão argentino

Gigante do país fatura título nacional com uma rodada de antecedência, após empate por 2 a 2

Estadão Conteúdo

09 Maio 2018 | 21h54

O Boca Juniors conquistou nesta quarta-feira o título do Campeonato Argentino, com uma rodada de antecedência. A equipe visitou o Gimnasia La Plata precisando apenas de um empate para levantar a taça, e foi justamente o que aconteceu: o placar de 2 a 2 fez a festa da torcida do tradicional clube de Buenos Aires.

+ Juventus arranca no segundo tempo, arrasa o Milan e conquista a Copa da Itália

+ Tottenham vence e garante vaga na Liga dos Campeões; Chelsea empata e se complica

Este foi o 27.º título argentino conquistado pelo Boca - o 33.º se levados em consideração os troféus levantados na era do amadorismo -, sendo o segundo consecutivo. Isso porque o clube subiu para 57 pontos e, a uma rodada para o fim do torneio, não pode mais ser ultrapassado pelo segundo colocado Godoy Cruz, que tem 53.

A conquista foi encaminhada com a grande campanha na primeira fase da competição, já que na reta final o Boca chegou a patinar e permitiu que os rivais se aproximassem. A má fase quase gerou uma crise, uma vez que a equipe também se viu próxima de ser eliminada na Libertadores.

Nesta quarta, o meio-campista Pablo Pérez foi o responsável por abrir o placar para os visitantes, aproveitando bola ajeitada por Ramon Ábila aos 12 minutos. Aos 32, no entanto, Colazo apareceu em posição duvidosa na área para deixar tudo igual.

O Boca só voltou à frente no segundo tempo. Aos 11, justamente o ex-cruzeirense Ábila aproveitou erro da defesa para finalizar para a rede. Aos 35, o chute de longe de Aleman desviou no meio do caminho e matou Rossi, mas já era tarde para uma virada do Gimnasia.

Depois de empatar com o Junior Barranquilla e seguir vivo na Libertadores, o Boca agora tentará buscar a classificação na quarta que vem. A equipe recebe o Alianza Lima em La Bombonera e precisa vencer, além de torcer para que o Junior não derrote o Palmeiras em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.