Boca Juniors confirma pagamento de Tevez

Representantes do Boca Juniors confirmaram ao Estado que, segunda-feira, o time recebeu 14 milhões de dólares do MSI pelo pagamento do passe do jogador Carlos Tevez. Esta quantia foi precedida, na semana passada, de outros 4 milhões de dólares. No total, o time portenho recebeu 18 milhões de dólares, o que representa a venda mais cara de um jogador de time argentino para o Brasil.Ontem, na capital argentina, não existiam certezas sobre o dia da partida de Tevez a São Paulo, onde residirá para jogar no Corinthians. O jogador estava descansando no balneário de Pinamar, 250 quilômetros ao sudeste de Buenos Aires. Especulações indicavam que ele viajaria ao Brasil amanhã ou sexta-feira. Desde seu retorno do Brasil, onde esteve em dezembro, Tevez - ao contrário do que era costumeiro - manteve extremo low profile. O jogador, dono de um caráter turbulento e que é freqüentemente comparado ao do ex-astro Diego Armando Maradona, não se envolveu em escândalos amorosos ou em brigas com a imprensa ao longo das últimas semanas. O jogador só deixou seu laconismo de lado em uma entrevista ao suplemento feminino do jornal "Clarín", onde - com pose de durão - confessou que, até o momento, não se apaixonou intensamente por mulher alguma. Mascherano - Informações extra-oficiais na capital argentina desmentiam ontem os rumores surgidos no Brasil de que o jogador Javier Mascherano, do River Plate, poderia ser vendido ao Corinthians. Mascherano não teria recebido ofertas. Analistas esportivos sustentaram que o River Plate não teria interesse em desvencilhar-se já do jogador. A estratégia do River seria a de vender Mascherano para um time europeu, onde eventualmente poderia conseguir maiores lucros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.