Boca Juniors demite o técnico Benitez

A vergonhosa eliminação do Boca Juniors da Copa Libertadores provocou nesta quarta-feira a primeira vítima: o técnico Jorge Benitez foi demitido. A diretoria do clube argentino tomou essa decisão não apenas por causa do pobre futebol que o time vem mostrando - não disputará a Copa Libertadores de 2006 por não ter conseguido pontos suficientes nos dois últimos campeonatos argentinos -, mas também por causa da atitude de cafajeste que ele teve no jogo de terça-feira contra o Chivas na Bombonera. Benitez cuspiu no rosto do jogador mexicano Bautista, quando este se dirigia para o vestiário depois de ter sido expulso. A imagem foi registrada por fotógrafos e cinegrafistas e teve péssima repercussão na Argentina.O treinador foi o primeiro a sair, mas mais gente deverá ser mandada embora. Veteranos como Cagna, Cascini, Delgado (que foi preso na saída do estádio por ter agredido um policial) e Schelotto devem puxar a fila.A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou nesta quarta-feira que daqui a um mês tomará uma decisão sobre os incidentes que levaram o árbitro uruguaio Martin Vasquez a encerrar o jogo aos 34 minutos do segundo tempo - invasão de campo por torcedores e arremesso de objetos para o gramado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.