Juan Ignacio/EFE
Juan Ignacio/EFE

Boca Juniors e River Plate farão três duelos em 10 dias na Argentina

Equipes se enfrentarão por Campeonato Argentino e Libertadores

RODRIGO CAVALHEIRO, O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2015 | 10h18

Ao vencer o Palestino por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, no estádio de La Bombonera, no último jogo do Grupo 5 da Copa Libertadores, o Boca Juniors garantiu a melhor campanha da primeira fase da competição. O melhor desempenho geral também foi assegurado depois de o Corinthians empatar por 0 a 0 com o San Lorenzo, em São Paulo, e assim perder a chance de terminar o estágio de grupos do torneio continental com 100% de aproveitamento.

A garantia da melhor campanha, porém, não pode ser considerada um ótimo negócio para o Boca, pois o time terá de encarar um clássico com o arquirrival River Plate já nas oitavas de final. O River se classificou com a pior campanha da primeira fase e assim terá de encarar o Boca. E o curioso é que os dois times irão se enfrentar por três vezes em um intervalo de apenas 10 dias.

Como os dois times se enfrentam no dia 3 de maio pelo Campeonato Argentino, haverá três "superclássicos" neste curto período de tempo em Buenos Aires. Três dias depois do jogo pelo torneio nacional, as duas equipes iniciam o mata-mata continental no dia 6 de maio, no Monumental de Nuñez. Já a vaga para as quartas de final será decidida no dia 13, em La Bombonera.

Dono da melhora campanha da primeira fase, o Boca fez 18 pontos em seis jogos disputados e contabilizou saldo positivo de 17 gols, enquanto o River somou apenas sete pontos e teve saldo de só um gol. A mesma sequência, de três clássicos disputados em 10 dias entre os dois times, ocorreu em 2000. Então, as equipes empataram a primeira partida pelo campeonato local por 1 a 1. O River venceu o primeiro jogo da semifinal da Libertadores, em casa, por 2 a 1. No duelo de volta, porém, Boca fez 3 a 0 e classificou-se para a final, na qual o time argentino se sagrou campeão ao bater o Palmeiras nos pênaltis, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.