Boca Juniors volta aos treinos e promete ser ofensivo na final da Libertadores

Técnico Falcione quer ver a equipe argentina mais 'solta' no Pacaembu, na próxima quarta-feira

Fábio Hecico e Raphael Ramos, Agência Estado

29 de junho de 2012 | 09h09

BUENOS AIRES - O elenco do Boca Juniors volta ao treinos nesta sexta-feira depois de ganhar um dia de folga após o empate por 1 a 1 contra o Corinthians, quarta-feira, na primeira partida da decisão da Libertadores. Os jogadores se reapresentam ao técnico Julio César Falcioni na Casa Amarilla, centro de treinamento do clube localizado ao lado do estádio La Bombonera.

Com o Campeonato Argentino já encerrado, o treinador usará os treinos de sexta-feira, sábado e domingo para fazer os últimos ajustes na equipe antes de enfrentar o Corinthians, na próxima quarta-feira, no Pacaembu. Logo após a primeira partida, ele já avisou que espera que o adversário volte a jogar priorizando a defesa. Assim, quer sua equipe mais "solta" em São Paulo.

"Seguramente o Corinthians vai jogar fechado, como fez aqui. Então teremos de encurtar os espaços e, com velocidade, procurar as beiradas do campo. Tenho certeza que será uma partida muito parecida com a que tivemos na La Bombonera e, por isso, vamos sair em busca do resultado", disse o treinador. Sem jogadores suspensos, Falcioni deve repetir o time do primeiro jogo.

A delegação do Boca Juniors viaja segunda-feira para São Paulo. A estratégia é a mesma que o Corinthians usou em Buenos Aires: chegar dois antes da partida para já ir se ambientando com o clima da decisão. O time deve ficar hospedado no Hotel Hilton, na região do Morumbi. Na terça-feira, a equipe realiza um treino no Pacaembu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresBoca Juniors

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.