Boca vai em busca de um milagre

O Boca Juniors entra em campo nestaterça-feira, às 21h15, no estádio La Bombonera, precisando de ummilagre: vencer o Chivas de Guadalajara por cinco gols de diferençapara garantir vaga na semifinal da Copa Libertadores da América.Na primeira partida, no México, o Chivas venceu por 4 a 0. Vitóriado Boca pelo mesmo placar leva a disputa para os pênaltis. Ovencedor deste confronto enfrenta o ganhador de Santos x Atlético-PR que jogam na quarta-feira na Vila Belmiro. "Seria bom fazer um gol rapidamente, se bem que eles no Méxicomarcaram o primeiro gol aos 38 minutos e golearam", disse o atacanteGuillermo Barros Schelotto, que já ganhou dez títulos pelo BocaJuniors. "É provável que esta seja a situação mais difícil em toda minhacarreira, mas no futebol nada é fácil e vamos entrar em campo paragolear", acrescentou o jogador. O técnico Jorge Benítez disse que "tudo depende dos jogadores" aoafirmar que "eles podem levar a equipe adiante. Vejo eles com muitaforça, com um ânimo muito bom porque o Boca vai brigar neste momentodifícil". Consciente que o Boca terá de jogar no ataque, o técnicomexicano, Benjamín Galindo, prepara seus jogadores para realizar uma marcação individual. Além disso, diz o técnico, será preciso aproveitar os espaços deixados pelo adversário. "A melhor maneira que temos de defender a vantagem de gols éjogando no ataque e isso é o que faremos", comentou o técnico,acrescentando que o Chivas entrará em campo com a mesma formação queno primeiro jogo. O atacante Francisco Palencia afirmou que "a equipe está bem,muito concentrada e disposta a demonstrar que o resultado dosprimeiros 90 minutos desta fase não foram um acaso". No Boca, os laterais Baiano e Gerardo Bedoya substituirão PabloÁlvarez, na direita, e José María Calvo, na esquerda,respectivamente. O atacante Marcelo Delgado ocupará o lugar do meiaAndrés Guglienminpietro. A escalação de três atacantes (Delgado, Barros Schelotto e MartínPalermo) é considerado na Argentina "uma aposta arriscada" dotécnico, já que Guglienminpietro vem sendo o destaque da equipe nosúltimos meses. Se o Boca não se classificar para as semifinais, só poderá voltar à Libertadores em 2007, já que não conseguiu se classificar para aedição do próximo ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.