Bola aérea e faltas do Bragantino preocupam São Paulo

Os jogadores do São Paulo estão preocupados com duas fortes características do Bragantino para o duelo desta quarta-feira, às 22 horas, em Bragança Paulista, pela nona rodada do Campeonato Paulista. O time comandado por Marcelo Veiga chama atenção pela forte jogada de bola aérea e também por exagerar nas faltas cometidas.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

20 de fevereiro de 2012 | 15h42

O Bragantino é o time mais faltoso desta edição da competição estadual, com 188 infrações. O São Paulo aparece em quarto, com 154. Além disso, vários foram os gols de bola aérea da equipe interiorana. "Temos que tomar cuidado demais com isso. Nosso time é bom na bola aérea, com o apoio dos volantes e do Cícero, mas temos que ficar ainda mais ligados nesse jogo", destacou o zagueiro Edson Silva.

Para o são-paulino, a ordem é tentar superar o Bragantino apostando na velocidade. "Temos que jogar rápido, assim evitamos levar pancadas. Além da bola aérea, eles têm também um ataque veloz. É outra coisa para nos preocupar", alertou o jogador, que entrará na vaga de Paulo Miranda, suspenso pela expulsão contra o Paulista, na última quinta-feira, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.