Bola parada será a arma da Portuguesa

Sem muito tempo para implantar seu esquema de trabalho na Portuguesa, o técnico Leônidas Barbosa da Silva manterá o time titular de Dario Pereyra, mas investirá pesado nos lances de bola parada. Nesta quinta-feira, Leônidas utilizou o treino da manhã para ensaiar algumas jogadas, em cobranças de faltas e escanteios. Exigiu de seus jogadores, também, cobranças de pênaltis.

Agencia Estado,

04 de março de 2004 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.