Bola parada vira pesadelo para Rubinho

Wiliam, Michel, Tucho e agora Rodolfo. Nos últimos três jogos, contra Figueirense, Atlético-MG e Fluminense, respectivamente, o Corinthians sofreu quatro gols em cobranças de falta. Dos últimos cinco gols sofridos, apenas o do veterano Sorato, anteontem, no Maracanã, nasceu de bola rolando. E no domingo, em Belém, o adversário é o Paysandu, que tem em Jobson um bom cobrador de faltas. São números que podem atrapalhar os planos de Rubinho, que sonha continuar como titular, mesmo com o fim da suspensão de Doni, no dia 24.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

15 de agosto de 2003 | 09h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.