Bolas aéreas preocupam São Paulo contra o Estudiantes

O técnico Muricy Ramalho quer muita atenção com as bolas alçadas na área, tanto nas jogadas ofensivas quanto defensivas, na partida de quarta-feira contra o Estudiantes, no Morumbi, pela Libertadores. O São Paulo marcou dois gols de escanteio nas últimas duas partidas, mas também sofreu um dessa maneira contra o Figueirense, sábado passado. ?É inadmissível tomar um gol dessa maneira?, avisou Muricy. Por isso, o técnico do São Paulo pretende treinar ainda mais esse tipo de jogada nesta terça-feira, no CCT do clube. ?Temos treinado bastante as jogadas de escanteio. Conseguimos dois gols assim. A bola aérea pode fazer a diferença.? O atacante Ricardo Oliveira concorda. ?É um jogo que pode ser decidido em detalhes como esse da bola parada?, afirmou o jogador, autor de gols de cabeça contra Grêmio e Figueirense. ?E essa nem é minha especialidade?, lembrou. Procura por ingressos Ainda restam 15 mil ingressos para o jogo de quarta-feira entre São Paulo e Estudiantes, no Morumbi, mas apenas para os setores de geral (laranja), a R$ 30 (a meia-entrada custa R$ 15). Não há mais bilhetes para arquibancada e cadeiras numeradas. Até a tarde desta segunda-feira, já haviam sido vendidos 54.627 ingressos. A venda recomeça nesta terça, das 11h às 17h, nas bilheterias dos estádios do Morumbi, Pacaembu, Canindé, Ibirapuera e Bruno José Daniel (Santo André). Na quarta, venda só no Morumbi.

Agencia Estado,

17 Julho 2006 | 18h10

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.