Bolas aéreas preocupam Tite no Mundial de Clubes fa Fifa

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2012 | 10h03

SÃO PAULO - O Corinthians terá domingo, contra o Internacional, um importante teste em sua preparação para o Mundial de Clubes. Tite está esperando que o Colorado use bastante o jogo aéreo com o atacante Leandro Damião, assim como o Chelsea, possível adversário da final, faz com o espanhol Fernando Torres.

Ciente da força do time inglês nas jogadas pelo alto, o técnico tem dedicado boa parte dos treinos das últimas semanas ao posicionamento da defesa neste tipo de lance. Não são raras as vezes em que os zagueiros Paulo André e Chicão trabalham separados do restante do grupo após o treino coletivo. Ralf, primeiro volante de contenção e peça importante do sistema defensivo alvinegro, também costuma participar da atividade na qual o objetivo é sempre tirar de cabeça bolas alçadas das laterais ou do meio de campo.

Nos lances de cobranças de escanteios e faltas, a orientação é que os homens de ataque também ajudem na marcação. Um deles é o meia Danilo, de 1,86m, curiosamente a mesma altura de Fernando Torres, referência ofensiva do Chelsea. "Sabemos que no Mundial não poderemos errar e os jogos serão decididos nos detalhes. O erro tem de ser zero", disse Danilo.

O meia deve fazer domingo o seu primeiro jogo como titular depois de mais de um mês. Danilo sofreu um corte no tornozelo direito contra o Cruzeiro, no dia 17 de outubro, e retornou à equipe no último sábado, quando entrou no segundo tempo da goleada por 5 a 1 sobre o Coritiba. Ontem, ele treinou entre os titulares na vaga de Jorge Henrique, que ficou no departamento médico por causa de dores no músculo posterior da coxa direita.

"Esses três jogos finais do Campeonato Brasileiro (Internacional, Santos e São Paulo) servem como preparação para o Mundial e cada movimento que fazemos é sempre pensando lá na frente", admitiu Danilo.

TIME

Com a ausência de Jorge Henrique, Tite abandonou o esquema com três atacantes e montou a equipe com dois meias de armação (Danilo e Douglas) e dois homens de frente (Martínez e Guerrero).

Emerson treinou entre os reservas e deve ficar no banco no Beira-Rio. O atacante não joga desde o dia 13 de outubro, contra a Portuguesa, por causa de uma lesão no joelho direito.

Paulinho e Fábio Santos retornam hoje da seleção brasileira após participarem do amistoso contra a Colômbia, nos Estados Unidos, e serão avaliados pelo departamento médico antes de ficarem à disposição de Tite. A tendência é que os dois sejam poupados do jogo em Porto Alegre porque na próxima quarta-feira voltarão a defender a seleção, desta vez em Buenos Aires, no Superclássico das Américas, contra a Argentina. O volante Ralf também foi convocado para a partida em La Bombonera.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEBOLNOTÍCIAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.