Ali Haider/Efe
Ali Haider/Efe

Bolívar cobra 'honra' na despedida do Inter no Mundial de Clubes

Zagueiro cobra vitória sobre o Seongnam, da Coreia do Sul, no sábado, na decisão do terceiro lugar

AE, Agência Estado

16 de dezembro de 2010 | 16h46

ABU DABI - Depois da surpreendente eliminação nas semifinais, o zagueiro e capitão Bolívar cobrou uma vitória sobre o Seongnam, da Coreia do Sul, no sábado, para salvar a "honra" do Internacional, em sua despedida do Mundial de Clubes 2010, em Abu Dabi. A partida, que será disputada ao meio-dia (horário de Brasília), decidirá o terceiro lugar da competição.

Veja também:

link Guiñazu não treina e vira dúvida no Inter

"Temos que fazer valer a nossa honra neste jogo. Vamos procurar fazer a melhor preparação possível para esta última partida, pois queremos acabar com a cabeça erguida", afirmou Bolívar, dois dias depois da derrota por 2 a 0 para o Mazembe, da República Democrática do Congo. O time africano enfrentará a Inter de Milão na decisão, no sábado.

Mesmo abatido com a inesperada queda na semifinal, Bolívar evitou apontar os erros do Inter e tratou de valorizar o desempenho da equipe em 2010. "Tivemos uma temporada vencedora, com a conquista do bicampeonato da América. Então, também não podemos fazer terra arrasada. Temos um grupo vencedor", afirmou o capitão.

Depois de enfrentar o Seongnam, a delegação do Inter passará mais uma noite em Abu Dabi e só embarcará para o Brasil no domingo. A chegada está prevista para a manhã de segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.