Bolívia e Colômbia não saem no zero na altitude de La Paz

Ambas equipes ainda não sabem o que é marcar um gol nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010

17 de outubro de 2007 | 20h52

Bolívia e Colômbia ainda não sabem o que é comemorar gol nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2010. Na estréia, na noite de sábado, os bolivianos apanharam de 5 a 0 do Uruguai, enquanto os colombianos empataram por 0 a 0 com o Brasil no chuvoso domingo de Bogotá. Veja Também: Classificação  Calendário / Resultados Nesta quarta, em La Paz, as duas equipes passaram em branco mais uma vez, ao amargar um empate por 0 a 0, no Estádio Hernando Siles. Como consolo, conquistaram 1 ponto. A Bolívia animou-se com a empolgação dos 20 mil torcedores que foram ao campo e criou mais chances de gol. A primeira surgiu aos 13 minutos, quando Gutiérrez bateu de esquerda, na entrada da grande área, e exigiu defesa difícil de Agustín Julio. O goleiro colombiano precisou se esticar todo, aos 16 minutos, depois que Arce fez jogada individual e finalizou. A Colômbia se assustou com a força dos anfitriões, mas tratou de se recompor e também foi à frente. Tanto que, aos 21 minutos, perdeu chance de abrir o marcado, porque Ferreira, na cara do gol, jogou em cima do goleiro Galarza. A Bolívia chegou novamente com perigo aos 28 minutos, com Gutierrez, e aos 36, com Ribeiro, que acertou o ângulo para bela defesa de Julio.Bolívia0Galarza    ; Ribeiro, Raldes, Amador e Verduguez; Reyes    , Mojica, Campos (Vaca) e Gutiérrez; Arce (Méndez) e Andaveris (Cabrera)Técnico: Erwin SánchezColômbia0Julio    ; Vallejo, Mosquera    , Moreno e Arizala    ; Sánchez, Amaya, Ferreira (Ramírez) e Anchico     (Banguero); Rentería e Valencia (Castrillón)Técnico: Jorge Luis PintoÁrbitro: Mauricio Reinoso (EQU)Renda: Não informadoPúblico: 30 mil pessoasEstádio: Hernando Siles A Bolívia continuou pressionando no segundo tempo, mesmo depois de perder um jogador, Reyes, expulso, aos 22 minutos. Vaca tentou um chute que desviou na zaga e quase enganou o goleiro Julio. Aos 35, Gutiérrez cobrou escanteio fechado e Julio segurou. Rentería, da Colômbia, produziu o lance mais bonito já no fim do jogo, aos 42 minutos. Driblou três jogadores, passou pelo goleiro e chutou para o gol vazio. Santos Amador se recuperou na jogada e salvou em cima da linha. A Bolívia não desistiu. Ainda tentou com Gutiérrez, que mandou uma bola no ângulo para Julio colocar para córner. Em seguida, Vaca dominou desequilibrado e rolou para trás na chegada de Gutiérrez. Mais um chute muito alto e a bola saiu em tiro de meta . Aos 47, Gutiérrez ainda cobrou falta por cima da barreira e Julio defendeu sem problemas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.