Felipe Menezes/DIvulgação
Felipe Menezes/DIvulgação

Bolsonaro recebe presidentes de oito clubes da Série A em apoio à mudança da transmissão na TV

Times como Palmeiras e Santos pedem ajuda em impasse com a Turner, que negocia o rompimento de contrato do Campeonato Brasileiro 2020

Jussara Soares, Anne Warth, de Brasília, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2020 | 13h26

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta terça-feira, dia 30, dirigentes de oito clubes da Série A do Campeonato Brasileiro para uma reunião seguida de um almoço no Palácio do Planalto, a exemplo do que já havia feito com representantes e Flamengo e Vasco. Os presidentes do Athletico Paranaense, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos apoiaram a Medida Provisória nº 984/2020, que, dentre outros pontos, altera a forma de negociação dos clubes com as emissoras de TV sobre os direitos de transmissão das partidas.

No encontro, os dirigentes pediram o apoio de Bolsonaro ao projeto de Lei 3.832, que altera a Lei da TV Paga para que empresas de telecomunicações possam atuar na produção de conteúdo esportivo. O presidente disse que vai acompanhar a tramitação da matéria, mas não se comprometeu com nada. 

Os oito clubes do futebol brasileiro têm interesse especial nas duas medidas. O grupo vendeu, em 2019, os direitos de transmissão da TV fechada para a Turner, empresa do conglomerado AT&T, dos Estados Unidos. A emissora agora tem ameaçado romper o contrato de transmissão do Campeonato Brasileiro de 2020 com os times alegando que cláusulas não foram cumpridas. Também sente nos clubes associados o interesse de deixar a parceria.

Os clubes alegam que a rescisão do contrato ocorre em um momento financeiramente difícil por causa da pandemia do coronavírus, que paralisou as partidas de futebol e quebrou os mecanismos de renda dos times, como bilheterias e venda de produtos da marca. Os dirigentes afirmam que o rompimento favorece a TV Globo, que transmite os principais campeonatos de futebol no País e com quem eles precisariam negociar novamente. Os presidentes do clube ainda tinham encontros nesta terça-feira com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

Os oito clubes foram representados pelos seguintes dirigentes: Robinson Passos de Castro e Silva (Ceará), Marcelo Paz (Fortaleza), Eduardo Bastos De Barros e Samir Namur (Coritiba), Aguinaldo Coelho de Farias (Athletico), Maurício Galiotte e André Sica (Palmeiras), Guilherme Bellintani (Bahia), Matheus Del Corso Rodrigues (Santos) e Marcelo Medeiros (Inter).

"Foi uma reunião bastante proveitosa. De forma conjunta e unânime, manifestamos total apoio à nova MP. Entendemos que isso é saudável e bom para o futebol brasileiro. Outro tema que estava dentro da nossa pauta foi sobre a Turner, para ele (Presidente) entender como tem sido esse movimento dentro do nosso segmento e explicar alguns casos que vem acontecendo desde a assinatura do contrato com eles", disse Marcelo Paz.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.