Victor Lerena/EFE
Victor Lerena/EFE

Bolt diz que ficou nervoso ao dar saída no Real Madrid

'Pela primeira vez em minha vida, senti nervosismo no estádio, diante da recepção de tanta gente', confessa

EFE

30 de agosto de 2009 | 10h18

O atleta jamaicano Usain Bolt confessou neste domingo que ficou nervoso pela primeira na vida no sábado, ao dar o pontapé inicial da partida entre Real Madrid e Deportivo La Coruña, no Estádio Santiago Bernabéu, na estreia da temporada do Campeonato Espanhol.

"Eu nunca fico nervoso, mas ontem (sábado), pela primeira vez em minha vida, senti nervosismo no estádio, diante da recepção de tanta gente", disse Bolt, em entrevista coletiva.

"À noite, depois da partida, pedi a (Emilio) Butragueño que me permitisse descer ao campo para dar uns toques e relaxar um pouco, porque nunca estive nervoso", disse.

A entrevista coletiva foi sobre, majoritariamente, futebol, um dos esportes preferidos de Bolt, fora o atletismo, junto com o críquete e o basquete. "Gosto muito de futebol. Sempre gostei do Real Madrid e, concretamente, (Ruud) Van Nistelrooy foi uma das minhas referências, mas também gosto do Manchester United", disse.

O campeão olímpico e mundial observou que o atletismo e o futebol são dois esportes muito diferentes, mas acrescentou que "os dois são um jogo e é preciso considerá-los assim. O mais importante é aproveitar praticando, porque, se for assim, se consegue os objetivos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.