Bolt faz história no atletismo, Nadal no tênis e briga pela liderança empolga no Brasileiro

Jamiacano ganha oitavo ouro em mundiais e espanhol, seu 26º título de Masters 1.000

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2013 | 09h54

SÃO PAULO - Briga acirrada pela liderança nacional, virada incrível do Palmeiras na Série B, campeonatos europeus empolgando, Bolt fazendo história no atletismo e Nadal no tênis, Brasil soberano no vôlei e a volta às vitórias do falastrão Chael Sonnen no UFC. O resumo esportivo mostra como foi o movimentado final de semana.

CAMPEONATO BRASILEIRO

A briga pela ponta da Série A está empolgante com bela batalha ponto a ponto entre Cruzeiro e Botafogo, enquanto o Corinthians pena para voltar ao G4, o Santos não consegue vencer e São Paulo e Portuguesa agonizam.

CRUZEIRO X VITÓRIA

O Cruzeiro é quem mais encanta no Nacional. A equipe celeste tem o melhor ataque da competição, com 31 gols em 15 rodadas, e não tomou conhecimento do Vitória, goleando por 5 a 1 no sábado. O resultado colocou o time momentaneamente na liderança.

PORTUGUESA X BOTAFOGO

Com Seedorf preciso nas assistências, o Botafogo reassumiu a ponta da tabela no domingo, com vitória por 3 a 1 sobre a Lusa no Canindé. O astro holandês apenas se exaltou em lance com o companheiro Gilberto. Alegando “estar defendendo o jovem contra um possível cartão amarelo”, Seedorf discutiu rispidamente com o companheiro e chegou a bater em seu braço. “Eles têm de escutar mais.”

CORINTHIANS X CORITIBA

Um pênalti duvidoso aos 45 minutos do segundo tempo sobre Danilo, bem convertido pelo peruano Guerrero, recolocou o Corinthians no G4. Num dia pouco inspirado, a equipe fez 1 a 0 sobre o Coritiba no Pacaembu e está em quarto. Emerson, substituído na fase final, não quis cumprimentar o técnico Tite. Mas depois disse que apenas ficou irritado por não conseguir ajudar.

FLAMENGO X SÃO PAULO

Quando a fase está ruim, a perna parece pesar. Afundado na 19ª colocação, o São Paulo teve a grande chance de desencantar após 10 jogos sem vitórias no Brasileiro, mas Jadson perdeu um pênalti nos minutos finais. O meia cobrou no canto esquerdo e Felipe defendeu. O 0 a 0 com o Flamengo em Brasília, ao menos, valeu pela boa apresentação.

BAHIA X SANTOS

Já são seis rodadas sem vitórias e o Santos despenca na tabela. Com mais um empate, agora por 0 a 0 com o Bahia, no qual pouco agrediu o rival, a zona de rebaixamento começa a ficar mais próxima para os santistas.

DEMAIS JOGOS

A rodada ainda teve a Ponte Preta levando 1 a 0 do Goiás em Campinas, gol do gordinho Walter, o Atlético-PR virando para cima do Criciúma, por 2 a 1 e o Fluminense desencantando fora de casa com 1 a 0 no Náutico. Os times gaúchos viveram rodada de opostos. Enquanto o Grêmio fez grande festa com 3 a 2 no Vasco em pleno São Januário, o Internacional desperdiçou dois pontos no 0 a 0 com o Atlético-MG, que jogou mais de um tempo com um a menos. O estreante Fernandinho foi expulso na primeira etapa. Victor, que fechou o gol, levou vermelho após o apito final.

SÉRIE B

O Palmeiras continua soberano na Série B. E caminho a passos muito largos para o retorno. Já são sete pontos de vantagem para o segundo colocado, Chapecoense. Tudo, graças à virada histórica no Pacaembu após levar 2 a 0 do Paysandu. Com gol decisivo de Leandro aos 49 do segundo tempo, o time buscou o 3 a 2 e chegou à 13 jogos de invencibilidade no torneio.

FUTEBOL EUROPEU

Os grandes estão muito bem na Europa. O Barcelona goleou na Espanha, o Bayern ganhou outra na Alemanha e no Inglês, tirando o Arsenal, os grandes largaram muito bem.

CAMPEONATO ESPANHOL

Com Neymar entrando apenas no segundo tempo, o Barcelona não teve o mínimo trabalho para humilhar o Levante no Camp Nou. Os rivais não viraqm a bola nos 7 a 0 para os catalães. “Faltou agressividade. Parecíamos o Santos, parecia que viemos aqui para uma partida festiva. Cometemos a primeira falta apenas aos 11 minutos. Fomos muito mal”, lamentou o técnico do Levante, Joaquim Caparrós, lembrando dos 8 a 0 que os paulistas sofreram. O Real Madrid também venceu, mas no sufoco, com virada sobre o Bétis, por 2 a 1.

CAMPEONATO INGLÊS

A temporada promete na Inglaterra. Manchester United, Chelsea, Liverpool e Tottenham largaram com vitórias na competição. Apenas o Arsenal decepcionou, com 3 a 1 de virada para o Aston Vila, em casa. Atual campeão, o United fez 4 a 1 na visita ao Swansea, o Tottenham não viu Paulinho brilhar no 1a 0 sobre o Crystal Palace, os Reds também ganharam pelo placar mínimo do Stoke City, enquanto os Blues fizeram 2 a 0 no Hull City.

CAMPEONATO ALEMÃO

Mandzukic fez e o Bayern bateu o Eintracht por 1 a 0 no Alemão. Ganhou a segunda seguida, como Borussia Dortmund (2 a 1 no Braunschweig), Bayer Leverkusen (1 a 0 no Stuttgart), Mainz (2 a 1 no Freiburg) e Werder Bremen (1 a 0 no Augsburg).

COPA DA ITÁLIA

A Juventus é a campeã da Supercopa da Itália. No Estádio Olímpico de Roma, a equipe de Turim levantou a taça depois de golear a Lazio por 4 a 0 – foi o sexto título do time no torneio.

ATLETISMO

Usain Bolt é o maior medalhista da história dos Mundiais – junto com Carl Lewis, subiu ao pódio dez vezes. Ontem, coube ao velocista fechar o 4 x 100 metros da Jamaica, campeã com 37s36. Os EUA ficaram com a prata (37s66) e o Canadá conquistou o bronze (37s92). Bolt tem, agora, oito ouros e duas pratas no torneio. Já o Brasil deixou o Mundial de Moscou sem conquistar nenhuma medalha e em meio a um bate-boca, por causa do bastão que Franciela Krasucki não conseguiu entregar para Vanda Gomes na última prova do País no torneio, o revezamento 4 x 100 metros.

UFC

Sem aplicar nenhum golpe, o brasileiro Maurício Shogun foi finalizado pelo falastrão americano Chael Sonnen na madrugada de domingo no UFC em Boston, nos EUA. Shogun foi dominado desde o início do primeiro round e a 10 segundos do fim não conseguiu se livrar de uma guilhotina bem aplicada pelo rival.

TÊNIS

Uma semana depois de levantar a taça em Montreal, no Canadá, Rafael Nadal repetiu o gesto em Cincinnati, nos EUA. O espanhol conquistou seu 26º Masters 1.000 da carreira com a vitória por 2 a 0 sobre o gigante americano John Isner, em dois tie-breaks (7/6 e 7/6). Já a americana Serena Williams levou a virada da bielo-russa Victoria Azarenka na decisão: (2/6, 6/2 e 7/6 (5).

VÔLEI

O Brasil está nas finais do Grand Prix de Vôlei. A seleção de Bernardinho se garantiu com oito vitórias e uma derrota na primeira fase. Neste fim de semana, foram três triunfos, contra Cuba (25/16, 25/11 e 25/20), Holanda (25/15, 25/20 e 25/15) e Casaquistão (25/17, 25/16 e 25/10).

BASQUETE

A seleção brasileira feminina de basquete que se prepara para a Copa América (em setembro) perdeu para o Canadá por 56 a 53 e ficou apenas com o segundo lugar em torneio amistoso realizado em São Carlos, no interior de São Paulo.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.