Bom futebol faz Palmeiras minimizar eliminação

Em termos de Copa Sul-Americana, de nada adiantou a vitória de 3 a 1 do Palmeiras sobre o Vasco, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Como perdeu de 2 a 0 no Rio, o time paulista acabou eliminado pelo critério dos gols fora. O resultado positivo, porém, foi importante para a equipe encerrar um jejum de seis jogos sem vencer e fazer as pazes com a torcida.

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 22h37

Desde o dia 30 de julho o Palmeiras não vencia. Também só havia feito três gols nesses seis jogos sem vitória - mesmo número de vezes em que balançou as redes do Vasco nesta quinta. Por isso, a torcida que chamou o time de "sem vergonha" no empate com o Bahia desta vez aplaudiu a equipe ao fim do jogo.

"Acho que a gente vai sair de cabeça erguida, porque jogou bem. Para fazer a análise, tem que tirar a eliminação fora", destacou o goleiro Marcos, que apontou o desempenho no jogo de ida, em São Januário, como decisivo para a eliminação. "O grande problema foi não fazer gol fora."

Para o goleiro, a vitória vem em boa hora, porque tira a pressão do time na véspera do clássico contra o Corinthians, domingo, em Presidente Prudente. "Não foi a classificação, mas venceu, tirou a sequencia. Temos que aproveitar o bom jogo para repetir isso no domingo."

O volante Marcos Assunção, que marcou o terceiro gol e vibrou muito, apesar de saber que de nada adiantaria, por ser no última lance da partida, também exaltou o bom futebol apresentado pelo Palmeiras. "Tivemos personalidade. Infelizmente fizemos o gol no fim e não deu mais tempo"

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCopa Sul-Americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.