Bom momento já faz São Paulo vislumbrar o título

Com três vitórias consecutivas, time encosta no líder Botafogo, derrotado na última rodada

Guilherme Carvalho, do Jornal da Tarde,

30 de julho de 2007 | 22h35

Depois de conseguir pela primeira vez nesse Brasileirão três vitórias consecutivas, o São Paulo encostou no líder Botafogo e já está pensando na conquista do título. Antes da rodada do fim de semana, o técnico Muricy Ramalho sempre fazia questão de dizer que o único time diferenciado no Brasil era justamente o Botafogo. Agora, após a vitória são-paulina sobre o América-RN, em Natal, ele já mostra novo discurso."Temos um bom plantel e aos poucos estamos nos acertando. Ainda vamos surpreender", disse Muricy, após obter mais um resultado positivo. "O Brasileiro é um campeonato muito longo e é preciso ser regular. E hoje nós temos um padrão de jogo muito bom, o que faz a defesa sofrer muito pouco e o Rogério quase não pegar na bola. Só está faltando melhorar um pouco nas conclusões."A última rodada do campeonato não poderia ter sido melhor para o São Paulo. Além de vencer o América-RN fora de casa, o time viu seus principais adversários no topo na tabela tropeçarem. O líder Botafogo perdeu para o Cruzeiro e estacionou nos 28 pontos, permitindo ao São Paulo se igualar na liderança do Brasileirão. Goiás e Grêmio, que eram os mais próximos rivais são-paulinos antes da 15.º rodada, também não venceram.E a próxima rodada também promete. O São Paulo encara o Juventude no Morumbi, enquanto Grêmio e Vasco, terceiro e quarto colocados, respectivamente, têm confrontos difíceis fora de casa. Os gaúchos enfrentam o Figueirense e os cariocas pegam o Inter. Apenas o líder Botafogo tem um jogo teoricamente mais fácil, contra o América-RN, em Cariacica, no Espírito Santo.Para Muricy, o Botafogo ainda é o principal rival na luta pelo título. "É um adversário que não se entrega nunca. Eles não se conformam com outro resultado que não seja a vitória", disse o treinador.Para o jogo contra o Juventude, quinta-feira, no Morumbi, o treinador não poderá contar com o meia Jorge Wagner, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Em seu lugar, Muricy pode escalar Júnior ou Hugo. Caso o lateral Júnior seja o escolhido, Richarlyson iria para o meio-de-campo ao lado de Josué e Hernanes, assim o time ficaria com três volantes. Se optar pelo meia Hugo, o técnico não precisa mexer na estrutura da equipe.Artilheiro do São Paulo no ano, com oito gols, Hugo está pronto para a nova oportunidade. "Ainda não consegui uma seqüência boa neste Brasileiro e espero voltar e ajudar o ataque a marcar mais gols", disse o jogador, que perdeu a posição de titular depois de ser expulso contra o Santos, dia 24 de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.