Bomba atinge casa de jogador alemão

A casa do jogador Christian Beeck, capitão do Energie Cottbus, foi atingida na noite de quarta-feira por uma bomba de fabricação caseira. O atentado, segundo testemunhas, partiu de um homem encapuzado. O coquetel molotov caiu perto do quarto dos filhos do atleta, de 1 e 3 anos de idade, provocou pelo incêndio, mas não feriu ninguém."Não foi uma experiência agradável, mas também não houve nenhum drama", desconversou Beeck, hoje, antes do treino de sua equipe, penúltima colocada no Campeonato Alemão da Primeira Divisão. "Em nossa região, vivem muitos jogadores estrangeiros", ponderou o atleta, em referência ao fato de que têm sido frequentes as manifestações de xenofobia na região de Cottbus.A polícia não tem pistas de quem possa ter atirado a bomba, mas o gerente do Energie, Klaus Stabach, acha que o gesto radical foi obra de torcedor insatisfeito com a situação do time, ameaçado de rebaixamento.Na última rodada, a equipe perdeu para o Bayern Munique por 2 a 0 e neste sábado enfrenta o Hertha Berlím. "Estamos chocados", desabafou Beeck, para emendar que não tem medo de novos atentados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.