Bonamigo aposta nos detalhes para classificar Lusa

Correndo por fora na luta contra os grandes por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista, o técnico da Portuguesa, Paulo Bonamigo, já sabe como vai tentar superar seus concorrentes. Ele acha que a vaga será "definida nos detalhes" e, por isso, quer reforçar o aspecto psicológico dos jogadores, sempre "ressaltando o fato positivo".

AE, Agencia Estado

18 de março de 2009 | 18h57

Com 27 pontos, a equipe ocupa a quinta posição. Está igual em pontos com o Santos, com as mesmas oito vitórias e só perde no saldo de gols: 7 a 5. Esse fato virou exemplo para Bonamigo. "Os gols podem decidir uma vaga, então precisamos ter equilíbrio. O time precisa fazer gols, mas também ter a consciência de que evitá-los também será importante", comentou.

O técnico também cita outro exemplo, mas totalmente positivo. O time, sob seu comando, venceu os três jogos, contra Ponte Preta, Guaratinguetá e São Caetano, todos por 1 a 0.

A próxima partida da Portuguesa será realizada domingo, contra o Ituano, em Itu. Bonamigo acredita em mais um jogo difícil porque "não tivemos jogo fácil até aqui, e não vai ser agora que uma equipe vai dominar a outra completamente em um jogo".

O comandante da Lusa também falou sobre as chances de classificação.

Como tem um confronto direto contra o Santos, Bonamigo confirma que o time depende apenas de seus resultados para voltar a disputar uma semifinal de Paulistão. "Faltam cinco jogos e dependemos somente de nossas forças para chegarmos lá. Nosso sonho é a classificação no G-4", afirmou o treinador.

Além do Ituano, fora de casa, a Lusa ainda vai fazer três jogos dentro do Canindé, diante do Mirassol e Marília, seguidos, e na última rodada vai enfrentar o Santo André. Antes desse jogo, vai encarar o Santos, na Vila Belmiro.

Com relação ao time que vai entrar em campo contra o Ituano, o técnico deixou para confirmá-lo somente após os treinamentos de sexta-feira. Mas antecipou que não pretende fazer grandes mudanças, mesmo porque o time não precisa ser poupado após a eliminação precoce da Copa do Brasil.

Mais conteúdo sobre:
futebolPortuguesaBonamigo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.