Bonamigo precisa improvisar no Atlético-MG

Ao ganhar um problema de última hora, o técnico Paulo Bonamigo terá de improvisar na lateral-esquerda do time do Atlético-MG, que enfrenta nesta quarta-feira o Palmeiras, às 18 horas, no Palestra Itália, na estréia do Campeonato Brasileiro. Ele não poderá contar com Michel, com um estiramento na coxa esquerda, e o seu reserva imediato, Rubens Cardoso, que ainda não se recuperou completamente de contusão.Por conta disso, Bonamigo ainda estuda suas opções. Uma delas seria deslocar o lateral-direito Ivonaldo para a esquerda. O treinador, contudo, pode decidir pela entrada do volante Walker, o que daria uma característica mais defensiva ao time.No treinamento desta terça-feira, no CT de Vespasiano, o atacante Alex Mineiro voltou a sentir dores no joelho direito e passou a ser dúvida. O jogador, porém, foi relacionado para o jogo e será reavaliado pelos médicos antes da partida. Se não tiver condições, deverá ser substituído por Quirino.Bonamigo ainda depende do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Mineira de Futebol para definir a escalação do volante Zé Luís. O jogador será julgado na noite desta terça-feira pela expulsão no primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro, contra o Cruzeiro. Se for suspenso, Hélcio permanece como titular.Já na lateral-direita, Bonamigo recebeu uma boa notícia. O titular Carlinhos, que sofreu uma forte pancada na canela direita na final do Estadual, no último domingo, foi liberado pelo departamento médico e vai jogar.Reforço - Para suprir a falta de jogadores para a posição, pois Michel ficará parado por pelo menos 30 dias, a diretoria do Atlético anunciou nesta terça-feira a contratação do lateral-esquerdo Marquinhos, que estava no Palmeiras. O jogador, de 27 anos, foi contratado até o final do ano, com opção de renovação por mais dois anos.Marquinhos foi revelado pelo Goiás e, no ano passado, sagrou-se campeão brasileiro da Série B pelo Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.