Bonamigo quer ver clima de decisão

Paulo Bonamigo quer ver o Palmeiras em clima de decisão para o jogo de domingo, contra o Paysandu, em Belém, apesar de ser ainda a 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado na capital paraense pode definir muito mais do que o futuro palmeirense na competição. O próprio treinador sabe que um novo tropeço colocará por água abaixo tudo o que a equipe progrediu na virada de sábado, contra o Vasco, no Palestra Itália. Por tudo isso, Bonamigo não vai admitir nenhum descuido por parte do elenco. E já começou a cobrar seus jogadores. ?Chegamos a um ponto que não tem volta. Precisamos fazer uma seqüência de vitórias para confirmar tudo o que foi feito no segundo tempo contra o Vasco. O grupo tem que ter ambição?, avisou o técnico.A goleada de sábado mudou quase tudo no Palmeiras. O próprio Bonamigo, que chegou a admitir a hipótese de abandonar o barco se o time não vencesse o Vasco, já nem pensa mais no assunto. Até as especulações sobre uma possível contratação de Leão ficaram em segundo plano.Reivindicação - Um problema é o goleiro Sérgio. Depois de 12 anos, ele resolveu cobrar um reconhecimento por parte do clube. Para continuar no Palmeiras, espera receber um bom aumento. ?Ao menos 50% do que ganha Marcos?, avisou o jogador, que ganha cerca de 25% do salário do titular da posição.Sérgio ficou sabendo pela imprensa que o Santos pretende contratá-lo. Como domingo, em Belém, fará só a terceira partida pelo Palmeiras no Campeonato Brasileiro, ainda há tempo para mudar de clube durante a competição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.